Menstruação irregular o que fazer?

A menstruação irregular é aquela que não segue o período normal, lembrando que o ciclo tem, comumente, 28 dias, com um tempo de sangramento entre 3 e 7 dias.

Obviamente que esse tempo pode variar de uma mulher para a outra, especialmente em casos de gravidez ou proximidade da menopausa.

No entanto, é preciso atenção para essa situação, visto que a menstruação irregular pode ser sinônimo de que algo não vai bem com sua saúde.

Mais do que isso, é preciso explicar que os ciclos menstruais marcam o início da adolescência de uma mulher, na passagem da infância para o início da vida adulta.

O corpo funciona como um todo para que o ciclo aconteça e os ovários respondem aos hormônios, que por sua vez, atuam no útero e também em outros órgãos.

Portanto, o ciclo menstrual é coordenado e acontece em decorrência de uma série de fatores que precisam estar alinhados para que tudo aconteça corretamente.

A menstruação, por sua vez, nada mais é do que a descamação do endométrio, que é uma fina camada que recobre a parte interna do útero que é descartada quando não ocorre a fertilização de um óvulo.

Dessa forma, a menstruação é considerada normal quando tem uma duração de três a sete dias e com um intervalo de 21 a 35 dias.

O volume esperado é de cerca de 80ml por cada ciclo, usando não mais do que um absorvente por hora ou um tampão a cada duas horas.

Veja Também: Muitas mulheres estão usando o coletor fleurity para se sentirem mais segura durante o período menstrual.

Quando a menstruação é considerada irregular?

Pois bem, até agora você já leu e entendeu melhor o que é considerada uma menstruação regular, ou seja, qual o volume de sangue esperado, a duração do sangramento e também o tempo de duração de cada ciclo.

Dessa forma, podemos dizer que a menstruação pode ser considerada irregular quando:

  • Há alteração entre o tempo de cada ciclo, seja ele mais ou menos espaçado
  • Quando a mulher está perdendo mais ou menos sangue do que o habitual durante o período da menstruação
  • Quando há uma variação no número de dias que a menstruação dura.

As causas para o problema podem ser várias e somente um médico ginecologista é que poderá avaliar cada caso individualmente e fazer o diagnóstico correto da situação.

Depois de feito isso, é possível instituir algum tipo de tratamento ou não, sempre considerando o que foi fator causador do problema! Em alguns casos, não é preciso tratamento, visto que o problema pode se resolver sozinho. Nó vídeo abaixo mostra mais detalhes, veja:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *