Varizes ardendo, prevenção e como aliviar

Para quem ainda não sabe, as varizes nada mais são do que vasos que se deformam e ficam inchados por causa de um problema na circulação sanguínea na região.

O que muita gente nem imagina é que nem sempre essa condição se resume apenas a um incomodo estético, visto que pode causar uma série de sintomas bastante desagradáveis, tais como varizes ardendo.

Mais do que isso, é preciso realizar o adequado cuidado e acompanhamento médico para que o problema além de não piorar, também possa ser prevenido.

Sensação de queimação nas pernas

Sensação de dor, queimação, cansaço e peso nas pernas são apenas alguns dos sintomas que o processo de dilatação das veias pode causar.

A dilatação ainda pode causar inflamações em toda a região afetada, o que faz aumentar essas sensação de desconforto.

Claro que os sintomas irão variar, de acordo com o grau de intensidade desse problema. Algumas pessoas podem, simplesmente não sentir nada ao passo que outras relatam dores, coceira, inchado e até varizes ardendo.

Mais do que isso, uma peculiaridade é que as varizes tendem a dor mais ao fim do dia, visto que o corpo teve uma jornada inteira de trabalho e foi exigido.

Isso é bastante comum em pessoas que trabalham muito tempo em pé ou sentadas na mesma posição.

Já no caso de mulheres, o problema pode se agravar ainda mais durante a gestação ou no período menstrual.

Por isso é essencial sempre conversar com seu médico e fazer o acompanhamento corretamente a fim de ter um atendimento individualizado para o seu caso.

Prevenção e alívio do problema

Atividades na água como hidroginástica ou natação podem ajudar muito no quadro, bem como a prática de atividades físicas regulares, como caminhada e usar bons produtos como o varilux vene varicose, um creme para varizes de excelente qualidade.

Mais do que isso, claro, manter o corpo sem excesso de peso é outro fator que contribui muito.

O importante é lembrar que os exercícios irão manter o corpo em movimento e é por isso que atuam estimulando a circulação de sangue.

Para aliviar a sensação de varizes ardendo, uma outra medida que pode ajudar é elevar os membros inferiores durante o repouso, além de ajudar a evitar outras complicações do quadro.

Isso porque você favorece a circulação sanguínea na região, usando a gravidade ao seu favor.

Usar meias elásticas ou algumas medicações também pode ser um recurso escolhido pelo médico, dependendo do caso e da gravidade das varizes ardendo.

3 maneiras de tratar a disfunção erétil sem Viagra

A disfunção erétil ocorre quando você não consegue uma ereção ou não consegue manter uma ereção firme o suficiente para fazer sexo.

Ter disfunção erétil leve ou moderada é comum – afeta cerca de metade dos homens aos 50 anos e se torna cada vez mais prevalente após os 50 anos.

Ser incapaz de manter uma ereção pode causar problemas em seus relacionamentos ou em sua autoconfiança, mas existem maneiras de tratar ou até mesmo curar a doença.

Embora existam medicamentos como o Viagra no mercado, algumas pessoas preferem uma abordagem mais natural. Aqui estão alguns métodos que você pode tentar em casa para ajudar a tratar a disfunção erétil.

Lembrando que os produtos naturais abaixo, contém no estimulante sildenax que é um produto natural para combater a disfunção erétil, se você quer saber mais detalhes, você pode acessar sildenax bula e ver a composição completa desse produto.

1. Exercícios de Kegel

“Os exercícios de Kegel ajudam a fortalecer os músculos que mantêm a ereção completa e dura”, diz William Brant, MD , urologista da Clínica Médica Granger em Utah.

Esses músculos, chamados de músculos do assoalho pélvico, ficam abaixo da próstata e do reto e sua força pode afetar sua capacidade de manter a ereção . Isso ocorre porque, quando você flexiona os músculos do assoalho pélvico, eles pressionam as veias do pênis . Isso torna mais difícil o fluxo de sangue para fora do pênis e mantém a ereção intacta.

Você pode localizar os músculos do assoalho pélvico agindo como se estivesse tentando parar de urinar no meio do caminho ou evitar a passagem de gases. Os músculos que você sente em movimento são os que você usará nos exercícios de Kegel.

Aqui está como fazer um treino Kegel :

  1.     Contraia os músculos do assoalho pélvico – sentar ou deitar pode tornar isso mais fácil.
  2.     Mantenha seus músculos contraídos por 5 segundos.
  3.     Relaxe seus músculos por 5 segundos.
  4.     Repita este exercício quantas vezes forem necessárias.

Para obter resultados positivos, você deve fazer 3 séries de 10 repetições por dia.

2. Ginseng

Embora mais pesquisas sejam necessárias , há algumas evidências de que o ginseng vermelho coreano pode ajudar a tratar a disfunção erétil. O ginseng funciona ajudando os músculos do pênis a relaxar, diz Brant, “é esse relaxamento que permite que o sangue preencha o pênis e crie uma ereção”.

Uma revisão de 2008 de vários estudos descobriu que tomar 600 miligramas de ginseng vermelho ajudou os homens a obter e manter as ereções. No entanto, muitos desses estudos foram em pequenos grupos e estudos maiores ainda são necessários para ver se esses resultados se aplicam a uma população em geral.

Você pode encontrar o ginseng vermelho vendido em cápsulas ou chá, mas Brant adverte que esses suplementos nem sempre são confiáveis. Como os suplementos não são regulamentados pelo FDA , as dosagens nos rótulos podem não ser precisas ou podem conter outros ingredientes não listados.

É importante conversar com seu médico antes de tentar remédios sem receita para a disfunção erétil para ter certeza de que você não está colocando sua saúde em risco.

3. Mudanças no estilo de vida

Obter uma ereção envolve muitos dos sistemas do corpo, incluindo os nervos, a circulação sanguínea e os músculos. Por esse motivo, condições associadas a um estilo de vida pouco saudável, como doenças cardíacas e obesidade , podem colocar você em maior risco de disfunção erétil.

“Não pense no pênis isoladamente”, diz Brant, “problemas com o pênis podem representar problemas gerais de saúde.” Para melhorar o funcionamento erétil, é importante fazer mudanças no estilo de vida que irão melhorar a saúde dos seus vasos sanguíneos, os canais que transportam o sangue para todas as partes do corpo, incluindo o pênis.

Como evitar varizes? É possível?

Varizes são dilatações e deformações das veias que ocorrem geralmente por fraqueza muscular, além de outros motivos. O sangue ao percorrer nosso corpo (bombeado pelo coração) fica acumulado provocando dilatação dos vasos, inchaço e a formação de varizes.

As varizes, inicialmente, se apresentam de cor avermelhada (os vasinhos) e passam a cor azulada e salientes num estágio mais avançado. Os locais do corpo mais afetados pelas varizes são os membros inferiores.

Podem ter origem hereditária e também é bem mais comum nas mulheres.

Afinal, como evitar as varizes

Como em todas as questões de saúde, o melhor é evitar. Mudanças de alguns hábitos na sua rotina, podem ser de grande ajuda.

  • Atividade física

Movimentar nosso corpo é recomendado para evitar várias doenças.

Artigo Recomendado: Varizero Vende em Farmácia ?

Atividades físicas simples como correr ou caminhar ajudam a fortalecer a musculatura evitando que o sangue se acumule durante sua circulação. Além disto baixam a pressão arterial facilitando o trabalho do sistema circulatório.

  • Alimentação

Indispensável dizer que a alimentação é a base da nossa saúde. Uma alimentação saudável pode evitar vários problemas de saúde.

Evite excesso de açúcar, sal e gordura pois são estes os causadores das inflamações e também do enfraquecimento dos vasos sanguíneos.

  • Excesso de peso

Procure se manter no peso ideal. O excesso de peso sobrecarrega os membros inferiores aumentando a pressão do sistema circulatório.

Sobrecarrega também o coração que precisa mais força para impulsionar o sangue para o corpo todo.

Dificultando a circulação é quase certo o surgimento das varizes.

  • Cigarro

Se você fuma, deixe de fumar o quanto antes pois o cigarro não prejudica somente o pulmão.

Entre as milhares de substâncias que contém o cigarro existe a nicotina que otimiza a viscosidade do sangue, tornando-o mais espesso. Com isto dificulta o trabalho da circulação (mais trabalho para o coração), propiciando o surgimento de varizes.

  • Anticoncepcionais

Nem sempre é possível, mas se for, evite o uso prolongado de anticoncepcionais, pois eles possuem altas doses de progesterona e estrógeno. Estes hormônios são responsáveis por dilatação e enfraquecimento de vasos sanguíneos.

  • Levantar as pernas

Esta prática pode trazer ótimos resultados. Levante as pernas acima da altura do coração por 15 minutos diariamente. Esta simples posição vai reduzir a pressão das pernas facilitando a circulação.

  • Mudar de posição

Evite ficar muitas horas na mesma posição.

Muitas pessoas não se movimentam em função do trabalho, mesmo assim procure mudar a posição ou pelo menos levantar-se (se você fica muito tempo sentada) e fazer uma caminhada, por menor que seja.

Dicas para tratar os cabelos em casa

Nesse período de quarentena, sem dúvida, as mulheres passaram a valorizar, ainda mais, os salões de beleza e seus muitos tratamentos.

O que muita gente não sabe é que é possível fazer alguns tratamentos sozinha, em casa, com resultados tão bons quanto de um salão.

Não tem jeito, com todo o perigo relacionado ao coronavírus, e com a maioria dos salões ainda fechada, a hora é de arregaçar as mangas e se virar como pode.   Ok, no caso de não ter o menor jeito e nem saber por onde começar, nada de ficar descabelada, pois vamos lhe mostrar aqui como não é nada assim tão difícil.

Se interessou? Então, confira abaixo alguns tratamentos para cabelos que você mesma pode fazer em casa, para manter seus fios bonitos e saudáveis. Confira!

Invista em bons produtos

Tudo começa por um bom produto. Assim como ninguém faz milagre na cozinha com ingredientes ruins, o mesmo acontece com os cabelos. Assim, o segredo do sucesso de qualquer tratamento está na escolha dos produtos, principalmente, que adequados para o seu tipo de cabelo.

Gummy Hair é um produto top de linha, são gominhas mastigáveis que ajudam a fortalecer o cabelo de dentro para fora, não é a toa que está fazendo o maior sucesso.

Não escolha um produto pela beleza do frasco, nem pelo preço, mas por ele se adequar ao seu cabelo.

Por exemplo, se o seu cabelo tem mechas coloridas, evite lavar os cabelos com shampoos antirresíduos, anticaspa ou para cabelos oleosos, por exemplo, pois vão acabar deixando-os desbotados, ou até mesmo, removendo a tintura dos cabelos.

Aposte na hidratação

Se tem um tratamento fácil de fazer em casa e que vai bem em todos os tipos de cabelos, é a hidratação.

Porém, na hora de escolher um hidratante capilar, a dica é comprar um que seja apropriado para o seu tipo de cabelo. Mas, caso não saiba, exatamente, qual o seu tipo de cabelo, não tem problema, basta escolher um que seja intitulado ‘para todos os tipos de cabelo’, assim não vai errar.

Tempo certo

Respeite o tempo de ação dos produtos, assim como, sua periodicidade, pois são fatores que podem interferir muito no resultado final.

Por exemplo, determinadas máscaras, se usadas sempre, podem acabar deixando os fios pesados, por isso, é importante respeitar a periodicidade de uso, assim como, o tempo de ação de cada produto, para não prejudicar o resultado final.

Cuidados para o dia a dia

Alguns hábitos ou cuidados no dia a dia podem ajudar a proteger os cabelos no após a hidratação, tais como:

  • Evite água quente ao lavar os cabelos, ela remove a camada protetora dos fios e, quem tem cabelos coloridos, acaba ficando com eles desbotados e até sem a cor;
  • Pelo mesmo motivo, evite usar ferramentas térmicas em excesso;
  • Jamais durma com os cabelos molhados, além de enfraquecer a raiz, esse hábito favorece a quebra;
  • Se tiver cabelos descoloridos, procure usar um leave-in e óleos capilares após a lavagem, isso irá ajudar a manter a cor e o brilho;
  • Antes mesmo de lavar, procure desembaraçar o cabelo, esse hábito ativa a circulação do couro cabeludo e evita quebras;
  • Na hora de secar os cabelos, jamais friccione o cabelo com a toalha, isso pode quebrar os fios e ainda estimular o frizz.

Como clarear o cabelo naturalmente?

Não é de hoje que ter cabelos loiros é o sonho de muitas mulheres, porém, ter que lidar com tinturas e tonalizantes, além de todo o cuidado que os fios loiros tingidos requerem, acaba fazendo com que muitas mulheres desistam desse sonho.

Pois bem, o que muita gente não sabe é que é possível clarear o cabelo naturalmente. Isso mesmo, você leu corretamente: é possível clarear os fios naturalmente! Quer saber como? Continue lendo.

Quem já não se deparou com diferentes receitas na internet prometendo deixar os fios loiros naturalmente? Mas, será que isso é mesmo possível?

Então, a resposta é que depende. O que isso quer dizer? Que em alguns casos, é possível sim, no entanto, não como aquele clareamento feito em um salão.

Existem coisas que dá pra fazer no cabelo em casa mesmo, que dá resultado melhor que no salão, usar Capimax para fortalecer os fios de cabelos é uma delas,  além disso ele ainda acelera o crescimento e previne a queda de cabelo.

Mas no caso do clareamento não é assim, o fato é que não se trata de milagres, não tem como uma pessoa dormir com cabelos negros e acordar loiríssima com soluções naturais, pelo menos, até o momento.

Como clarear naturalmente

Como dito, é possível, SIM, clarear os fios naturalmente mas, para isso, é preciso que os fios não tenham química, ou seja, não tenha passado por alisamento, progressiva, coloração, totalizantes, nenhum desses procedimentos.

Quem pode clarear

Então, além de não ter passado por nenhuma química, os cabelos, também, já devem ser claros naturalmente, como castanhos, loiro escuro, enfim, puxando para o loiro.

Camomila

Uma das receitas naturais mais famosas para clarear o cabelo é usando o chá de camomila, inclusive, muitas modelos fazem uso dessa técnica para deixar os fios mais loiros, naturalmente, e ainda com mais brilho e leveza.

Vale saber, também, que o chá faz mais efeito em cabelos que já são claros na base, com um loiro escuro para cima.

Assim, a camomila, ou melhor, o extrato de camomila funciona para clarear os fios, podendo ser em forma de chá ou shampoo.

Expectativa X Realidade

Não se trata de nenhum milagre, portanto, não espere um clareamento de salão, com vários tons acima, na verdade, essa solução oferece, no máximo, clarear um tom acima.

Shampoos clareadores funcionam?

Sim! Os shampoos clareadores também funcionam, e hoje é possível encontrar muitas opções no mercado, e eles clareiam por terem em sua fórmula amônia e metais.

Procure um profissional

Com cabelos não se brinca, no caso de querer clarear apenas um tom acima, a dica é realmente, apelar para a solução natural, a base de camomila, mas, do contrário, se seu cabelo for escuro, não tente aloirá-lo por conta própria.

Cabelos são frágeis e merecem atenção, por isso, se tiver que apelar para química, que seja através de um profissional qualificado, que saberá dosar a quantidade e os produtos que não vão prejudicar seus fios.

Está decidida a clarear? Então, aproveite as dicas acima e, se quiser assumir um cabelo bem mais loiro que o seu natural, comece a buscar referências na internet, separe alguns e procure um profissional competente, para que fique feliz com o resultado. Experimente começar a clarear aos poucos, gradativamente.

Causas e sintomas da impotência sexual emocional

Com todo o estresse do desemprego, crise econômica, mercado cada vez mais competitivo, enfim, isso tudo tem sido uma porta aberta para um problema muito sério: impotência sexual emocional.

Hoje está muito comum os homens apresentarem um quadro crônico de impotência sexual emocional, ligando um botão de alerta na medicina.

Embora o problema, geralmente, dure menos que 6 meses, caso não seja tratado devidamente, ele pode perdurar e acabar resultando em outros problemas, como depressão, por exemplo.

O fato é que esse assunto ainda é um tabu entre os homens, fazendo com que não busquem ajuda, tentem resolver o problema com automedicação (na maioria das vezes totalmente equivocada) e acabem só procurando o médico quando o problema já está mais severo ou desencadeou outros tantos.

Por isso, é fundamental encarar o problema, procurando ajuda de um médico que, se verificar se tratar de uma impotência sexual emocional, saberá indicar o melhor tratamento.

Causas da impotência sexual emocional

Infelizmente, muitas podem ser as causas da impotência sexual emocional, cada vez mais comum nos dias atuais, com um grande aumento de casos em homens com idade entre 24 e 36 anos.

Vale saber que, geralmente, esses homens não apresentam nenhum quadro físico capaz de promover a impotência, mas, mesmo assim, não conseguem  ter ereções e/ou mantê-las.

Antes de seguir nas causas abaixo, gostaria de dizer que muitos homens tem impotência emocional, porque tem um pênis pequeno e deseja aumentar o penis para se sentir bem contigo mesmo, e isso acaba causando um problema psicológico e faz com que ele sofre com a impotência.

Dentre as principais causas da impotência sexual emocional, podemos citar as seguintes:

  • Altos níveis de estresse;
  • Baixa autoestima;
  • Casos precedentes de abuso sexual;
  • Conflitos emocionais e amorosos;
  • Medos relacionados ao fracasso sexual e possibilidade de humilhação;
  • Padrões estéticos exagerados;
  • Perda da libido;
  • Quadros de ansiedade;
  • Traumas pós-acidentes;
  • Entre outros.

Faixa etária da impotência sexual emocional

Infelizmente, não existe uma faixa etária estabelecida, ou seja, qualquer homem e em qualquer fase da vida pode apresentar problemas que levem ao surgimento da impotência sexual emocional.

Segundo pesquisas, 70% dos casos de impotência sexual são emocionais, e isso acontece porque, para um bom funcionamento geral do organismo, os pensamentos e sentimentos são fundamentais.

Vale considerar isso para tudo, não apenas em relação à vida sexual.

Tratamentos para impotência sexual emocional

Sem dúvida, a escolha do tratamento vai depender da avaliação de um profissional qualificado, o qual poderá associar medicamentos ao tratamento psicológico, para que o paciente possa expor seus problemas e medos.

Vale saber que, em alguns casos, pode ser indicado que o paciente altere radicalmente sua rotina, desde buscando uma profissão, ou trabalho, menos estressante, até a prática de algumas atividades.

Sintomas de impotência sexual emocional

A impotência sexual emocional possui alguns sinais fáceis de serem identificados, tais como:

  • Capacidade de se satisfazer mais com o sexo virtual do que com o real;
  • Preferência ao isolamento social;
  • Quadro de depressão;
  • Sensação constante de insegurança, raiva ou humilhação em um encontro;
  • Sentimento de ansiedade relacionado ao ato sexual;
  • Uso excessivo de pornografia;
  • Vício em aplicativos e sites de bate-papo e encontro.

Enfim, ao perceber qualquer sintoma, é fundamental vencer tabus e vergonhas e procurar o mais rapidamente possível ajuda médica, que saberá avaliar corretamente o seu caso e indicar o melhor tratamento.  Lembrando que quanto mais cedo procurar ajuda, mais simples e rápido será o tratamento.

Sete causas da celulite e dicas para combatê-la

Não aguenta mais lutar, em vão, contra as celulites? Você não sabe o que fazer para combatê-las? Então, continue lendo esse artigo.

Mais do que, simplesmente, uma questão estética, a celulite pode, muitas vezes, levar à diminuição da autoestima e autoimagem corporal.

Muitas mulheres acabam, até mesmo, deixando de ter uma vida social bastando que a mesma signifique ter que vestir biquini ou trajes que deixem as pernas à mostra.

O fato é que muitas podem ser as causas da celulite, cujo aspecto é de casca de laranja, por isso, mostraremos aqui algumas delas e como se armar para combatê-la!

Causas da celulite

Genética: infelizmente, as brasileiras são o biótipo perfeito para as celulites se instalarem. Então, é que mulheres com o biotipo corporal do tipo ginóide (aumento de gordura corporal na região inferior do corpo) têm maior tendência a sofrer com esses furinhos…

Alteração hormonal: pois é, os hormônios, como estrógeno e progesterona, podem favorecer à retenção hídrica resultando, claro, no comprometimento da circulação.

Pílula anticoncepcional: muitas mulheres se queixam que após usarem a pílula anticoncepcional passaram a ter, ou adquirir mais, celulites. Por isso, caso note um aumento da retenção hídrica e aumento de peso, após o uso de determinado contraceptivo oral, procure um ginecologista para escolher um outro método que não cause malefícios.

Sedentarismo e alimentação desequilibrada:  a falta de atividades físicas não só favorecem o aumento de peso, como contribui ainda mais para um menor estímulo circulatório. E fuja de uma alimentação rica em açúcar e gordura, que irão aumentar a camada adiposa, também evite o excesso de sal,  que causam mais retenção de líquido, prejudicando a circulação. Pelo contrário, invista em exercícios e em uma alimentação equilibrada.

Roupas apertadas: embora elas não causem celulite, as roupas muito apertadas contribuem para a piora do quadro após se instalado, já que comprimem os vasos sanguíneos e linfáticos, principalmente, as coxas e glúteos.

Cigarro: o cigarro, comprovadamente, causa celulite e vários outros males,  como a vasoconstrição, que está associado a uma menor vascularização e oxigenação do tecido.

Como prevenir a celulite

É preciso investir em hábitos saudáveis, caso queira uma melhor qualidade de vida, e algumas novas atitudes podem ser incorporadas à rotina do dia a dia, sem que isso signifique grandes sacrifícios.

Basta investir em atividades físicas, alimentação equilibrada, uma ingestão maior de líquido, diminuição do sal, enfim, hábitos simples mas que podem fazer toda a diferença à saúde de uma forma geral, e inclusive, no aspecto da celulite, além desses hábitos, você pode usar produtos para acabar com a celulite que pode ser encontrados na Amakha Paris por um ótimo preço e fazer atividades físicas juntamente com uma boa alimentação.

Por exemplo, quem trabalha muito tempo sentada, a dica é realizar pequenas caminhadas durante o dia, contribuindo para um melhor fluxo sanguíneo, trocar o elevador pelas escadas (aliás, um ótimo exercício), ir á pé para o trabalho, ou descer em um ponto antes, ou deixar o carro no outro quarteirão.

E não podemos deixar de citar os tratamentos estéticos, que também são ótimas opções, tais como drenagem linfática, ultrassom, radiofrequência, massagens estimulantes e endermoterapia, tudo isso, se aliado a hábitos saudáveis,  promove resultados fantásticos.

Enfim… o que não faltam são atitudes que podem contribuir, para a boa forma e, principalmente, no combate à celulite.

Prazo para sacar o abono salarial termina dia 30

Os trabalhadores brasileiros que tem direito ao PIS, deverão fazer o saque do dinheiro até dia 30 de junho, último dia para pagamento do abono salarial. Estes pagamentos são referente ao PIS ano base 2015, que é pago nos anos de 2016 e 2017.

Mais de 1 milhão de brasileiros ainda não sacaram o abono salarial, valores que somados passam do 1 bilhão de reais. É muito importante que o saque do PIS seja feito dentro do prazo, ou o cidadão habilitado do direito poderá perder seu benefício.

O PIS em 2017 terá valor de um salário mínimo, que é pago proporcionalmente ao tempo de trabalho no ano base. Quem trabalhou todos os meses em 2015, terá direito a receber o valor integral do salário, que atualmente é de R$937. Quem trabalhou por apenas seis meses, por exemplo, receberá a metade do valor total.

QUEM PODE RECEBER O PIS

De acordo com as novas regras do PIS 2017, terá direito a receber os pagamentos trabalhadores que tiveram remuneração média de até dois salários mínimos no ano base. É obrigatório também que o trabalhadores tenha registro de carteira assinada por pelo menos 30 dias no ano base, no caso, em 2015.

Outra obrigatoriedade para ter direito ao abono salarial, é que o trabalhador deverá estar estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e a empresa deve ter informado seus dados corretamente na Relação Anual de Informação Social (Rais).

PRAZO PARA SACAR O PIS

Os pagamentos do abono salarial são feitos de acordo com calendário do PIS, que segue a data de aniversário do trabalhador. De acordo com a tabela, todos os trabalhadores que ainda não receberam o dinheiro por meio de crédito em conta na Caixa, podem fazer o saque nas agências do banco ou casas lotéricas.

Os saques poderão ser feitos até dia 30 de junho. Quem tem direito ao saque tem de ficar atento para não perder o prazo, porque os recursos não ficam acumulados de um ano para o outro. Esses valores ajudam a impulsionar a economia do País e beneficiam principalmente os trabalhadores mais humildes, conforme afirmou Ronaldo Nogueira, Ministro do Trabalho.

COMO CONSULTAR O PIS

Aqueles que não sabem se tem direito ao pagamento do Abono Salarial, podem fazer a consulta online do PIS. Para isto, basta acessar aqui a página no site do Ministério do Trabalho. Em seguida, basta informar o número do CPF ou PIS e data de nascimento. Clique em consultar para verificar seu dados online.

Se seu nome aparecer no Resultado da Consulta, você tem direito ao Abono. Neste caso, procure o Banco indicado até o dia 30/06/2017. Dúvidas Ligue:

158 – Ministério do Trabalho

0800-7260207 – Caixa Econômica Federal (PIS) ou

0800-7290001 ou 4004-0001 (Capitais) para o Banco do Brasil (PASEP).

5 opções naturais para tratar a impotência sexual

Está á procura de remédios naturais para tratar impotência sexual? Então, confira nesse artigo 5 ótimas opções naturais para tratar o problema!

Embora a impotência sexual seja mais comum aparecer após os 50 anos, cada vez mais  o problema vem afetando também homens jovens. Ansiedade, estresse, depressão ou perda de libido, são algumas das causas que levam ao surgimento da impotência.

A boa notícia é que, é possível apelar para a natureza para dar uma ajudinha na hora “H”. Por isso, preparamos aqui 5 opções de remédios naturais para você recorrer quando sentir que está precisando de um reforço. Quer saber quais são? Confira abaixo:

Mas antes de ver os remédios naturais de ervas, eu gostaria de te avisar que existem suplementos naturais em cápsulas para impotência, e o laxpower é um dos mais famosos que existe aqui no brasil, a grande vantagem dele é que ele não possui nenhum efeito colateral.

Remédios naturais para tratar impotência sexual:

  1. Xarope caseiro com Mel, Guaraná e Ginseng
    Possui propriedades energéticas, estimulantes e fortificantes, além de melhorar a circulação sanguínea, potencializando a ereção.

Ingredientes:
• 1 xícara e meia de mel de abelhas;
• 1 colher de guaraná em pó;
• 1 colher de ginseng em pó;

  • 1 colher de folhas de hortelã.

Modo de Preparo:
• Adicione todos os ingredientes em um recipiente de vidro, escurecido, com tampa e misture bem até obter uma mistura homogênea.

Beba 1 colher de sopa do xarope todas as manhãs. Mas atenção, esse xarope é contraindicado para hipertensos, gestantes, lactantes e diabéticos.

  1. Chá de raízes de Catuaba
    Planta medicinal utilizada para aumentar a libido.

Ingredientes:
• 40 gramas de raízes de Catuaba;
• 750 ml de água.
Modo de Preparo:
• Coloque a água em uma panela e assim que levantar fervura adicione as raízes da planta, deixando ferver por 10 minutos. Retire do fogo, tampe e deixe repousar por 15 minutos, coando antes de beber.
Beber o chá 3 vezes por dia.

  1. Chá com cascas de Marapuama
    Esse chá melhora a circulação sanguínea e aumenta a libido.

Ingredientes:
• 2 colheres de sopa de cascas de Marapuama;
• 1 litro de água.

Modo de Preparo:
Coloque as cascas de Marapuama em uma panela com 1 litro de água e deixe ferver durante 20 minutos. Depois, desligue o fogo, tampe e deixe repousar por  30 minutos, até amornar. Coe antes de servir.
Beber esse chá 3 a 4 vezes por dia, até perceber melhora.

  1. Chá de Tribulus terrestris
    Possui propriedades que aumentam a produção de testosterona e o apetite sexual.

Ingredientes:
• 2 colheres de chá de folhas secas de Tribulus terrestris;
• 500 ml de água fervente.
Modo de Preparo:
Coloque em uma xícara as folhas secas e adicione 500 ml de água fervente, deixando repousar durante 10 minutos. Coe antes de beber.
Beber 2 vezes ao dia, até perceber melhora.

  1. Chá de alecrim, com Chapéu de couro e Catuaba
    Com propriedades afrodisíacas, este chá estimula e a aumenta a libido.

Ingredientes:
• 100 gramas de Alecrim;
• 100 gramas de Chapéu-de-couro;
• 100 gramas de Catuaba.

Modo de Preparo:
Misture as ervas secas e prepare o chá usando 20 g da mistura. Em uma panela, coloque 20 gramas da mistura e adicione 1 litro de água fervente.  Tampe e deixe repousar durante 15 minutos antes de servir.
Beber 4 vezes ao dia, durante 7 dias, respeitando a quantidade referida, pois embora seja uma opção natural, estas plantas estimulam o organismo.

Como tratar o cabelo danificado pelo sol

O calor e o sol deixou seu cabelo seco e sem vida?  Não sabe o que fazer para reverter o problema? Então, continue lendo.

Muita gente não sabe, mas o cabelo também pode ficar danificado após ficar longas horas expostos ao sol, sem a devida proteção, apresentando sintomas como opacidade, ressecamento, frizz…

É preciso ter em mente que o sol “queima” os fios, que ficam sensibilizados e podem até começar a se partir facilmente.

Mas sabe qual a boa notícia? É que é possível reverter o estrago causado pelo excesso de sol, bastando seguir algumas dicas para proteger o cabelo de seus efeitos. Confira quais são as dicas.

Invista em um tratamento nutritivo

O excesso de exposição ao sol, dentre outros danos, causa o ressecamento do cabelo, com o calor e a ação dos raios solares afetando as cutículas capilares, que são responsáveis pela retenção de água e nutrientes dentro da fibra.

Para reverter os efeitos nocivos do sol sobre o cabelo,  é fundamental apostar em tratamentos nutritivos e hidratantes para ajudar a resgatar a saúde dos fios e repor a água e os nutrientes perdidos, e o hairpower funciona muito bem para proteger seu cabelo, além de tonifica e fortalecer os fios.

A dica, portanto, é investir em uma máscara Solar, para resgatar a saúde e a beleza do cabelo afetado pelo sol. Por ser voltada para o cuidado dos fios após a exposição solar, a máscara possui uma ação nutritiva e fortalecedora, devolvendo a vida à fibra capilar e reforçando a estrutura dos fios após a exposição solar.

Mas, por outro lado, se os danos causados forem muito severos, nesse caso, a dica é procurar um salão para realizar um tratamento profundo.

Invista em uma linha específica para o verão

Para blindar os fios dos efeitos nocivos do sol, mesmo nos dias em que não for utilizar uma máscara de reparação, a dica é investir em um shampoo e um condicionador específicos para o cuidado dos cabelos afetados pelo sol, pois vão promover a revitalização e evitar que a fibra continue a ser danificada pelo sol.

Os shampoos específicos para tratar cabelos danificados oferecem uma limpeza suave e eficaz, enquanto trata a fibra afetada pela exposição solar.

Realize um tratamento reconstrutor

O cabelo danificado pelo sol, não só fica ressecado, como pode ter sua estrutura afetada pelo excesso de exposição solar, se tornando porosos, quebradiços e fragilizados, nesse caso, portanto, não basta investir apenas em um tratamento nutritivo.

A dica, nesse caso, será combinar o tratamento nutritivo com a reconstrução capilar, devolvendo ao cabelo a capacidade de absorver a água e nutrientes,  ajudando a recuperar a estrutura dos fios e cutículas.

Felizmente, no mercado é possível encontrar excelentes máscaras para esse fim, as quais irão reforçar a estrutura do cabelo danificado pelo sol, promovendo um tratamento profundo aos fios fragilizados, reduzindo a quebra e reestruturando a fibra capilar.

A dica é procurar alternar a máscara com o tratamento nutritivo, para recuperar mais rápido e completamente os fios.

Blinde os fios com leave-in

Por fim, mas não menos importante, é preciso combinar o tratamento dos fios com uma proteção eficaz, e isso pode ser feito com um bom leave-in hidratante com filtro solar e UV.

Vale saber que mesmo utilizando máscaras especiais para cuidar dos fios danificados, os raios solares continuarão a agir sobre os fios, e podem afetar o tratamento, dificultando a recuperação da fibra capilar.

Por isso, é fundamental blindar os fios diariamente com um leave-in específico para isso, ou seja, que ofereça proteção contra a ação solar e a radiação ultravioleta.

Acredite, esse leave-in irá fazer toda a diferença na hora de recuperar a saúde dos fios após os danos causados pelo calor e os raios ultravioletas, evitando o agravamento do quadro.